Governo do Distrito Federal
14/04/22 às 9h18 - Atualizado em 14/04/22 às 9h19

Órgãos do GDF alinham iniciativas para prevenção aos incêndios florestais

COMPARTILHAR

O secretário de Meio Ambiente, Sarney Filho, recebeu integrantes de órgãos que compõem o Plano de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais (PPCIF) para alinhar as políticas públicas voltadas à diminuição do número de ocorrências e ao total de área queimada no período da seca este ano. O encontro ocorreu nesta terça-feira (12), na sede da pasta.

 

Sarney Filho destacou a qualidade do trabalho realizado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), lembrando que a corporação é referência nacional na prevenção e no combate a incêndios florestais, chegando a ser solicitada por outros estados do Centro-Oeste no período de seca. “É um dos grupamentos mais capacitados para esse trabalho em todo o Brasil”, lembrou.

 

De acordo com previsões do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a estação seca será menos rigorosa. Mesmo assim, as autoridades dos órgãos ambientais esperam melhorar o desempenho do poder público por meio do aprimoramento de iniciativas que vêm dando certo, como a contratação de brigadistas florestais no início da estação, a realização de aceiros negros e mecânicos e, ainda, a intensificação de campanhas de educação ambiental, que incluem ações nas redes sociais e palestras a estudantes e moradores da zona rural, principalmente.

 

O comandante do Grupamento de Proteção Ambiental (Gepram), do CBMDF, tenente-coronel Denilson da Silva Marques, afirmou que o objetivo é intensificar a mensagem da prevenção. Para ele, a parceria entre a Secretaria de Meio Ambiente (Sema) e o Instituto Brasília Ambiental tem sido fundamental para o êxito da implementação do PPCIF. E o que se espera para 2022, segundo Marques, é uma temporada de trabalho conjunto. “Isso ajuda muito nos resultados e a população só tem a ganhar”, completou.

 

Para a coordenadora técnica do PPCIF, Carolina Schubart, a previsão da contratação de 150 brigadistas florestais pelo Brasília Ambiental, com início dos trabalhos seis meses antes do período mais intenso da seca, como prevê a legislação, é fruto do trabalho do Governo do Distrito Federal.

 

“É algo inédito na história do DF. E tem dado ótimos resultados junto com as outras ações de prevenção, como a abertura de aceiros, que este ano deve ter início entre o final de abril e início de maio nas unidades de conservação distritais”, ressaltou.

 

Também participaram da reunião o diretor do Departamento de Prevenção aos Incêndios Florestais do Instituto Brasília Ambiental, Pedro Cardoso, e a chefe de gabinete da Sema, Aline Caldas.

 

*Com informações da Secretaria de Meio Ambiente

Brasília Ambiental - Governo do Distrito Federal

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543