Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/01/21 às 16h48 - Atualizado em 19/01/21 às 13h03

Brasília Ambiental inicia planejamento de ações de combate a incêndios florestais

Foco no planejamento e na prevenção. Esse é o motivo que levou o Brasília Ambiental a realizar, esta semana, a primeira reunião da equipe de gestores que vai estar à frente das ações para a prevenção e combate aos incêndios florestais em 2021. O grupo, que se reuniu virtualmente, trabalha para ter uma proposta do edital de contratação dos brigadistas florestais até o final deste mês.

 

Embora os incêndios florestais só ocorram no segundo semestre do ano, no período da seca, foram as ações bem planejadas de 2020 que resultaram em queda no número de focos de incêndio nos parques e Unidades de Conservação (UC’s). “A ideia, este ano, é reduzir muito mais a quantidade de focos de incêndios. A prevenção altera completamente o cenário”, explica o superintendente de administração geral (Suag), Ricardo Roriz.

 

O Distrito Federal chegou em 2020 ao fim do período crítico da seca, quando ocorre o maior número de focos de incêndios, com 50% a menos de área queimada numa comparação com 2019.

Esse quadro positivo, segundo análise do próprio Instituto e da Secretaria de Meio Ambiente, que coordena o Programa de Combate Incêndios Florestais (PPCIF), deve-se à ações realizadas no tempo hábil e correto, com o apoio do Governo do Distrito Federal, que liberou R$ 3, 5 milhões para investimentos na execução do Programa.

 

O sucesso também é atribuído ao envolvimento de todos os órgãos que fazem parte do PPCIF, à criação da Diretoria de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais no âmbito do Instituto, e à contratação ainda no início de julho de 148 brigadistas florestais pelo órgão.

 

A expectativa para 2021 é de investimentos na ordem de R$ 5 milhões, com contratação dos brigadistas florestais em março – tempo hábil para focar mais ainda em ações preventivas. “Quem quiser concorrer às vagas deverá fazer o curso de brigadista florestal, ministrado por entidade competente”, ressalta Ricardo Roriz.

 

Além de Roriz, participaram da reunião a superintendente de Unidades de Conservação, Biodiversidade e Água (Sucon), Rejane Pieratti, o diretor de Prevenção de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (DPCIF), Pedro Paulo Cardoso e representantes das áreas do Instituto envolvidas no planejamento estratégico de prevenção.

Brasília Ambiental - Governo do Distrito Federal

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543