Governo do Distrito Federal
1/07/22 às 15h24 - Atualizado em 1/07/22 às 15h35

Aceiro com uso de fogo será feito na Esecae

COMPARTILHAR

Como forma de prevenir a ocorrência de incêndios florestais no Distrito Federal, o Instituto Brasília Ambiental e a Secretaria de Meio Ambiente começam, a partir do dia 4 de julho (segunda-feira), os aceiros com uso de fogo na Estação Ecológica de Águas Emendadas (Esecae). A ação faz parte do Plano de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais (Ppcif) da Sema, por meio do qual 25 instituições atuam em conjunto.

 

“O aceiro com uso de fogo é uma prática comum de prevenção, que retira todo o material combustível em volta da unidade de conservação. É uma técnica rápida, eficiente e barata e tem surtido efeito positivo para segurar a maior parte dos incêndios que vêm de fora das unidades”, explica o diretor de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Dpcif) do Brasília Ambiental, Pedro Paulo Cardoso.

 

Dentre as prevenções nas 86 Unidades de Conservação (UC’s) a autarquia está contratando 150 brigadistas. Esses profissionais encurtam o tempo de reação no combate aos incêndios. “Como os brigadistas estão dentro da unidade, o tempo de resposta deles é mais curto. E quanto menor nosso tempo de resposta, mais eficiente é o controle dos focos”, detalha Cardoso.

 

A ação preventiva na Esecae contará com o apoio das equipes da Secretaria do Meio Ambiente, do Brasília Ambiental, do Corpo de Bombeiros Militar do DF, do Departamento de Estradas de Rodagem do DF e da Polícia Rodoviária Federal.

 

Alerta – Além dos aceiros, a conscientização das comunidades que vivem próximas às UC’s é feita ao longo do primeiro semestre. De acordo com a coordenadora técnica do PPCIF, Carolina Schubart, são organizadas blitzen educativas e ministradas palestras para escolas e para produtores rurais.

 

“A seca já chegou em junho e é preciso alertar a população para não colocar fogo em lixo ou resto de poda, não usar fogo sem autorização do órgão ambiental competente e comunicar a ocorrência de incêndio florestal”, ressalta Schubart.

 

A denúncia pode ser feita para o Corpo de Bombeiros, por meio do telefone 193, para o Instituto Brasília Ambiental por meio da Ouvidoria do GDF (www.ouvidoria.df.gov.br ou telefone 162), ou para a Polícia Militar Ambiental, por meio do telefone (61) 99351-5736.

Brasília Ambiental - Governo do Distrito Federal

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543