Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/12/14 às 13h44 - Atualizado em 17/12/18 às 11h24

Uso Múltiplo da Asa Sul: um parque para lazer, esporte e contemplação da natureza

asa sul-1

A Asa Sul, a mais antiga, mais populosa e mais arborizada área do Plano Piloto de Brasília, ganhou o primeiro parque implantado pelo Programa Brasília Cidade Parque. Situado na área compreendida entre as vias L4 e L2 Sul e as quadras 613/614 Sul, o Parque de Uso Múltiplo da Asa Sul é conhecido como o berço das capivaras, que o utilizam com frequência para tomar banho de sol e nadar na lagoa. O espaço de lazer, prática esportiva e observação da natureza recebe uma média de 200 visitantes por dia.

De acordo com a administração do parque, da sua inauguração, em 18 de dezembro de 2011, até hoje, o parque só contabiliza elogios dos seus frequentadores. “O que não é pra menos, pois eles usufruem diariamente de quadras poliesportivas, pergolados para sombreamento natural, pista de caminhada, sanitários ecológicos – que fazem o tratamento da água utilizada pelos usuários, devolvendo ao meio ambiente a água tratada -, aparelhos de circuito inteligente de ginástica, Ponto de Encontro Comunitário (PEC), playground e Bosque Rio +20 com plantio de mais de dez mil mudas do Cerrado com trilhas interpretativas”, ressalta a administração.

O parque conta ainda: com uma Unidade Demonstrativa de Permacultura (UDC), funcionando atualmente junto com a sede administrativa; bacia de evapotranspiração, círculo de bananeiras, e com uma agrofloresta que está sendo reimplantada.

Unidade Demosntrativa de Permacultura - UDP

Para criar toda essa infraestrutura, a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e o Instituto Brasília Ambiental (Ibram), investiram por meio do Brasília Cidade Parque, R$ 2 milhões na implantação do parque. Esse recurso resultou de compensação ambiental, forma padrão de funcionamento do Programa (ver baixo), que não conta com recursos orçamentários do Governo do Distrito Federal (GDF).

Além das capivaras, para a felicidade de biólogos, estudiosos e frequentadores que se deliciam com a natureza, uma sequência grande de aves silvestres passa pelo parque com muita frequência. Entre elas podem ser vistas a Maria Faceira, Puricaca, Tapicuru de Cara Pelada e o Martin Pescador, entre outras. O complexo é aberto diariamente das 6hs às 19hs.

Pra entender o Sistema de Compensação Ambiental – As Compensações Ambientais e Florestais são mecanismos de retribuição financeira aos impactos sofridos pelo meio ambiente, identificados no processo de licenciamento ambiental no momento da implantação de empreendimentos. Foi instituída pela Lei 9.985, de 18 de julho de 2000, que criou o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC), sendo aplicada para empreendedores privados e públicos.

Brasília Ambiental - Governo do Distrito Federal

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543