Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/12/14 às 11h33 - Atualizado em 17/12/18 às 11h24

Revitalizado, o parque Três Meninas recebe projeto com duas mil crianças

 Foram investidos R$ 3 milhões, que se traduziram em mais qualidade de vida para a população de Samambaia

Um espaço que se consolida dia a dia como excelente opção de lazer em meio à natureza. Esta é a definição de muitos frequentadores para o parque Três Meninas, que recebeu este ano no Projeto Piquenique Estudantil, realizado nos meses de agosto e setembro, mais de duas mil crianças. O projeto ocorreu logo depois do parque ser reentregue à população revitalizado pelo Programa Brasília Cidade Parque.

A revitalização proporcionou a reforma da atual sede administrativa, do pátio externo e da edificação para escola de meio ambiente, a reconstrução do casarão (construção histórica), reforma da antiga casa do caseiro, das Três Casinhas das Três Meninas (construções históricas), a reconstrução da antiga Casa de Hóspedes (construção histórica), construção de quiosques comerciais, estacionamento para funcionários, abertura de vias de serviços, construção de coopervia e ciclovia compartilhada, implantação de ponto de encontro comunitário (PEC), reforma da quadra poliesportiva e do playground, implantação de um novo playground, construção de duas quadras de areia, construção de pista de skate, construção de duas baterias de sanitários, conjuntos de bancos e lixeiras, revitalização do sistema de drenagem e construção do estacionamento público.

O Projeto Piquenique Estudantil promove a integração dos estudantes das escolas públicas da RA com o complexo de meio ambiente e lazer, garante a administradora do parque, Rejane José dos Reis. Ela explica que atividade envolveu na sua primeira versão, realizada este ano, as escolas das quadras 501 e 406 de Samambaia, e que já existem solicitações de outras escolas para serem inseridas em 2015.

O Piquenique Estudantil abrange visitas às áreas vivencial (lazer), histórica e de preservação do parque. Na sequência, as crianças recebem orientações de como lidar com o meio ambiente, e depois se deliciam, lanchando ao ar livre, bem ao estilo dos piqueniques tradicionais. A atividade ocorre durante uma semana no turno da manhã.

Durante o evento foi inaugurado o Jardim da Litura, composto de árvores nas quais são pendurados livros infantis e feitas de lituras desse livros pelos pais para as crianças. A atividade tem o objetivo de incentivar esse contato com a literatura que aproxima pais e filhos. As mesas de leitura do jardim são feitas de carretéis e os bancos de madeira, criando um ambiente original e atraente. Porém o espaço não é fixo, é montado a cada edição do piquenique, que tem expectativa de acontecer de março a dezembro do próximo ano, e incluir um número maior de atividades e parcerias.

Os 72 hectares do parque Três Meninas, que recebem em média 100 visitantes diários, contam também com outros atrativos ecológicos: Jardim dos Pequis, com mais de 50 pés plantados; a Alameda dos Ipês; e o Jardim Pomar do Cerrado. A administradora ressalta que esses espaços foram criados e são mantidos num parceria com o s Jardineiros do Planeta, entidade sem fins lucrativo que faz serviços voluntários ambientais como reciclagem, limpeza em rios, plantio e educação ambiental.

História

As três casinhas de boneca do Parque Três Meninas, foram construídas nos anos 60 pelo casal Inezil e Martha Penna Marinho em homenagem às suas filhas Zilta, Marine e Martita. As casinhas remetem à criatividade e às brincadeiras infantis numa fase lúdica da vida dessa família. Inezil veio do Rio de Janeiro a Brasília, em 1958, para implantar o Ministério da Educação e Cultura na Nova Capital. Em 1960, a família Penna Marinho arrendou 72 hectares no Núcleo Rural Taguatinga (hoje Área de Relevante Interesse Ecológico Juscelino Kubistchek – Arie JK), onde instalou a Chácara Três Meninas. Nos anos 60 e 70 o local serviu à produção de suínos, aves e ovos, bem como para recepcionar visitantes ilustres, chefes de estado e artistas, num ambiente confortável e inspirador. Dizem que até mesmo o guerrilheiro Che Guevara ali se hospedou, quando veio ao Brasil para ser condecorado pelo então presidente Jânio Quadros. Em 1988, a chácara virou sede da Administração Regional de Samambaia. Ali foram entregues títulos de assentamento a milhares de famílias que vieram povoar a cidade criada oficialmente em 25 de outubro de 1989. Em 1993, a chácara virou o Parque Três Meninas.

IMG 0385 antesP3250039 depois

Três meninas antes da reforma                                                                         Três meninas depois da reforma

Brasília Ambiental - Governo do Distrito Federal

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543