Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/10/16 às 17h28 - Atualizado em 17/12/18 às 11h25

Programação da Sedestmidh no Outubro Rosa 2016

A Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Sedestmidh), por meio da Secretaria Adjunta de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos humanos, promoverá uma série de ações para marcar o Outubro Rosa – mês de combate ao câncer de mama.

As atividades começam na terça-feira, dia 4, e vão até domingo, dia 23, com uma caminhada no Parque de Águas Claras. Nesse ínterim, haverá a presença ativa da Sedestmidh com o Ônibus da Mulher em São Sebastião e Quilombolas Mesquita; na iluminação de cor rosa do Congresso Nacional; no Encontro Distrital de Mulheres; num ato no Palácio do Buriti, com as presenças do governador Rodrigo Rollemberg e da colaboradora de governo Márcia Rollemberg; na caminhada de mulheres mastectomizadas e em tratamento de câncer.

Em busca do sucesso para o pacote de ações, a Sedestmidh efetivou parcerias com a ABRAPEC – Associação Brasileira de Assistência às Pessoas com Câncer, a Procuradoria Especial da Mulher do Senado Federal, a Recomeçar – Associação de Mulheres Mastectomizadas de Brasília, o Instituto Avon, as Secretarias de Saúde e do Meio Ambiente, o Instituto Brasília Ambiental (IBRAM), a Agefis e a UNIP.

História

O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. Este movimento começou nos Estados Unidos, onde vários Estados tinham ações isoladas referente ao câncer de mama e ou mamografia no mês de outubro, posteriormente com a aprovação do Congresso Americano o mês de Outubro se tornou o mês nacional (americano) de prevenção do câncer de mama.

Em 1997, entidades das cidades de Yuba e Lodi nos Estados Unidos, começaram efetivamente a comemorar e fomentar ações voltadas a prevenção do câncer de mama, denominando como Outubro Rosa.

A ação de iluminar de rosa monumentos, prédios públicos, pontes, teatros e etc. surgiu posteriormente, e não há uma informação oficial, de como, quando e onde foi efetuada a primeira iluminação. O importante é que foi uma forma prática para que o Outubro Rosa tivesse uma expansão cada vez mais abrangente para a população e que, principalmente, pudesse ser replicada em qualquer lugar, bastando apenas adequar a iluminação já existente.

A popularidade do Outubro Rosa alcançou o mundo de forma bonita, elegante e feminina, motivando e unindo diversos povos em torno de tão nobre causa. Isso faz que a iluminação em rosa assuma importante papel, pois tornou-se uma leitura visual, compreendida em qualquer lugar no mundo. Para acessar a programação clique aqui.

Brasília Ambiental - Governo do Distrito Federal

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543