Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/12/13 às 20h48 - Atualizado em 17/12/18 às 11h24

Parque das Garças recebe 520 mudas do Tempo de Plantar

LEO 9928

O Parque Ecológico das Garças, no Lago Norte será mais uma das unidades de conservação que serão contempladas pelo programa Brasília, Cidade Parque. O projeto de implantação do parque foi apresentado no último dia 07 por representantes do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), em parceria com a Administração Regional do Lago Norte. Na ocasião, houve o plantio de mais de 520 mudas nativas do Cerrado, das 10 mil que serão plantadas no local.

 

O plantio faz parte do programa Tempo de Plantar, coordenado pela Secretaria do Meio Ambiente e de Recursos Hídricos e pelo Ibram. Pelo segundo ano consecutivo, a temporada 2013/2014 do programa iniciou-se em meados de novembro e vai até, aproximadamente, março, quando as chuvas, no DF, se encerram.

 

O investimento previsto para o parque é de aproximadamente R$ 3 milhões e vem de compensação ambiental e também do Fundo de Desenvolvimento Urbano (Fundurb). “A Assinatura do Termo de Compensação é o ponta pé inicial para o começo das obras de implantação de infraestrutura para o parque. Ainda este ano faremos a instalação de um Ponto de Encontro Comunitário (PEC) e o projeto básico, para a implantação definitiva já se encontra avançado, aguardando detalhamento, aprovação e posterior licitação”, destaca da Sandra Faraj, Administradora do Lago Norte.

 

Segundo Nilton Reis, presidente do Ibram, o programa Brasília, Cidade Parque já investiu cerca de R$ 56 milhões em parques desde sua criação, em junho de 2011. “Entregaremos no próximo dia 21 de dezembro o 12º parque para a população. Todos novinhos e com boa infra-estrutura e até meados do próximo ano serão mais de 30”, destaca o presidente.

 

O programa tem sido um exemplo na aplicação de recursos de compensação ambiental e florestal para todo o país, além do fomento à qualidade de vida da população. “A implantação deste parque é uma vitória para a comunidade do Lago Norte”, disse Cadu Valadares, subsecretário de sustentabilidade de Semarh.

 

 O Parque das Garças foi criado em 2002 e fica ao lado do Clube do Congresso. Além das aves que deram origem ao nome do parque, corujas, quero-queros e patos são comuns na área e já foram identificadas pelo menos 50 espécies de aves e 200 de árvores nativas. O parque é um dos locais preferidos para os praticantes de esportes como o kitesurf, stand up paddle, windsurf e natação.

O Parque Ecológico das Garças, no Lago Norte será mais uma das unidades de conservação que serão contempladas pelo programa Brasília, Cidade Parque. O projeto de implantação do parque foi apresentado no último dia 07 por representantes do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), em parceria com a Administração Regional do Lago Norte. Na ocasião, houve o plantio de mais de 520 mudas nativas do Cerrado, das 10 mil que serão plantadas no local.

 

O plantio faz parte do programa Tempo de Plantar, coordenado pela Secretaria do Meio Ambiente e de Recursos Hídricos e pelo Ibram. Pelo segundo ano consecutivo, a temporada 2013/2014 do programa iniciou-se em meados de novembro e vai até, aproximadamente, março, quando as chuvas, no DF, se encerram.

 

O investimento previsto para o parque é de aproximadamente R$ 3 milhões e vem de compensação ambiental e também do Fundo de Desenvolvimento Urbano (Fundurb). “A Assinatura do Termo de Compensação é o ponta pé inicial para o começo das obras de implantação de infraestrutura para o parque. Ainda este ano faremos a instalação de um Ponto de Encontro Comunitário (PEC) e o projeto básico, para a implantação definitiva já se encontra avançado, aguardando detalhamento, aprovação e posterior licitação”, destaca da Sandra Faraj, Administradora do Lago Norte.

 

Segundo Nilton Reis, presidente do Ibram, o programa Brasília, Cidade Parque já investiu cerca de R$ 56 milhões em parques desde sua criação, em junho de 2011. “Entregaremos no próximo dia 21 de dezembro o 12º parque para a população. Todos novinhos e com boa infra-estrutura e até meados do próximo ano serão mais de 30”, destaca o presidente.

 

O programa tem sido um exemplo na aplicação de recursos de compensação ambiental e florestal para todo o país, além do fomento à qualidade de vida da população. “A implantação deste parque é uma vitória para a comunidade do Lago Norte”, disse Cadu Valadares, subsecretário de sustentabilidade de Semarh.

 

 O Parque das Garças foi criado em 2002 e fica ao lado do Clube do Congresso. Além das aves que deram origem ao nome do parque, corujas, quero-queros e patos são comuns na área e já foram identificadas pelo menos 50 espécies de aves e 200 de árvores nativas. O parque é um dos locais preferidos para os praticantes de esportes como o kitesurf, stand up paddle, windsurf e natação.

Brasília Ambiental - Governo do Distrito Federal

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543