Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/08/17 às 17h27 - Atualizado em 17/12/18 às 11h25

Oficina desenvolve diagnóstico participativo para o Parque da Asa Sul

O Grupo de Trabalho, integrado por servidores do Instituto Brasília Ambiental (IBRAM) e representantes da sociedade civil para elaborar o Plano de Manejo do Parque Ecológico da Asa Sulrealizou, no último sábado (12), uma Oficina de Diagnóstico Participativo (ODP). O evento, que aconteceu no Centro Universitário Iesb, promoveu uma análise da unidade de conservação, trabalhando quatro temas: fortaleza, oportunidades, fraquezas e ameaças.

Cerca de 30 pessoas participaram da oficina, que contou com a presença da presidente do IBRAM, Jane Maria Vilas Boas; a superintendente de Áreas Protegidas do Instituto, Tânia Brito; o secretário de Meio Ambiente, André Lima; o chefe da Unidade Estratégica de Biodiversidade e Cerrado da Secretaria de Meio Ambiente (Sema), Leonel Generoso; além de representantes de diversos órgãos como SLU, UnB, Novacap e Secretaria de Estado de Gestão do Território e Habitação (Segeth), entre outros; o Conselho Comunitário da Asa Sul; ONGs e a comunidade local.

Após a conclusão do relatório da oficina, o Grupo de Trabalho irá realizar pesquisas bibliográficas para completar o diagnóstico. Em uma segunda etapa, a comunidade será novamente convidada a participar do desenvolvimento do Plano de Manejo, documento norteador das ações de uso e gestão da área, onde são estabelecidos seu zoneamento ambiental e as normas que presidem o uso da área e o manejo dos recursos naturais.

Parque Ecológico da Asa Sul

O Parque Ecológico da Asa Sul possui 21,73 hectares de extensão e oferece para seus freqüentadores: duas quadras poliesportivas; dois circuitos inteligentes; pista de Cooper; um Ponto de Encontro Comunitário (PEC); horta e um espaço de contemplação. Abriga rica vegetação, uma nascente e uma lagoa, além de diversos pássaros e micos. O parque também recebe visita de capivaras que utilizam o local para cruzar e ter seus filhotes e fazem dos dutos, que ligam a lagoa ao Lago Paranoá, de passagem ecológica.

No parque existe uma Unidade Demonstrativa de Permacultura (UDP), onde fica a sede, construída por método de bioconstrução, utilizando sacos de cimento com terra. Esse processo necessita de menos material de construção e, por conseqüência, fabrica menos resíduos de obra. A UDP também capta e armazena a água da chuva para regar a horta e os jardins durante o período de seca e possui um banheiro ecológico que aproveita a água da pia e do chuveiro no ciclo de bananeiras.

Serviço

Parque de Uso Múltiplo Asa Sul

Endereço: SGAS 613/614

Horário: aberto diariamente, das 6h às 20h

Entrada gratuita

 

 

 

Brasília Ambiental - Governo do Distrito Federal

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543