Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/08/13 às 20h39 - Atualizado em 17/12/18 às 11h24

Obras de R$ 2,4 milhões para implantação do Parque Recreativo Sucupira são lançadas

O governador Agnelo Querioz lançou no último sábado (17), por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), as obras do Parque Recreativo Sucupira, em Planaltina. O evento fez parte das comemorações do aniversário de 154 anos da cidade, que é celebrado nesta segunda-feira (19). A unidade está incluída no programa “Brasília, Cidade Parque”.

“A população será a grande beneficiada pelo empreendimento, que é uma reivindicação histórica na cidade. Vamos investir R$ 2,4 milhões nessa obra para construção de quadras, pista de skate, pistas de cooper e ciclovia”, explicou Agnelo.

O projeto da unidade prevê a instalação de guarita, sede administrativa, estacionamento, sanitários públicos, e de espaço para prática de atividades de educação ambiental. A população será beneficiada com quadra poliesportiva e quadras de vôlei de areia, além também de duchas, circuito de ginástica, e parque infantil.

“Este parque será um ´tampão´, porque vai parar o avanço urbano e garantir área verde, melhorando a qualidade de vida da população”, afirmou o secretário de Meio Ambiente, Eduardo Brandão.

O Parque Recreativo Sucupira tem como objetivos principais propiciar à população atividades lúdicas em contato com a natureza; atender às necessidades básicas de lazer com a disponibilização de um espaço onde sejam realizadas atividades artísticas, culturais e desportivas; estimular a valorização da qualidade de vida da população local, conscientizando as pessoas da necessidade de preservar e conservar o meio ambiente; e oferecer à comunidade um espaço para convivência harmônica com a natureza.

O programa

Inspirado nos ideais de Lucio Costa, o programa “Brasília, Cidade Parque” visa implantar e revitalizar os 72 parques do Distrito Federal de maneira sustentável, com recursos de compensação ambiental e florestal. Na vanguarda das discussões ambientais mundiais, o programa foi apresentado como case de sucesso da gestão ambiental brasileira na C-40, conferência que reuniu os prefeitos das principais metrópoles do mundo, durante a Rio+20, na cidade do Rio de Janeiro, em 2012.

Uma lei federal determina que empresas responsáveis por degradação ambiental devem ressarcir financeiramente os estados onde estão localizadas. No DF, esses empreendimentos devem R$ 300 milhões ao governo, que cobrará esse reembolso e recursos dessa natureza.

Nomeações

Ainda durante o evento, o governador Agnelo Queiroz anunciou a nomeção de 64 novos servidores para o Insitituto Brasília Ambiental (Ibram). As contratações serão para os cargos de agente administrativo, biólogo, economista, engenheiro agrônomo, e educador ambiental, entre outros.

“O Ibram faz um esforço grande para recuperar o DF, e para repor áreas que estão com carência de pessoal, fazemos essa nomeação para ajudar na fiscalização e defesa do meio ambiente”, afirmou.

 

* Com informações da Agência Brasília

Brasília Ambiental - Governo do Distrito Federal

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543