Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/01/16 às 17h35 - Atualizado em 17/12/18 às 11h25

IBRAM planeja melhor prestação de serviços à sociedade

Com cerca de 30horas de trabalho concentrado, o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) delineou, neste último final de semana, um dos principais  pontos  do  seu planejamento operacional para 2016:  A criação de condições para dar mais qualidade e agilidade ao licenciamento ambiental. Mais de 50 servidores do Instituto abriram mão do seu  final de semana, para se empenhar na elaboração do planejamento do órgão, que vai ao encontro da linha de atuação escolhida pelo Governo  do Distrito Federal, com foco em resultado e utilização de projetos.

A presidente do órgão, Jane Villas Bôas, deu as boas vindas ao grupo na noite de sexta-feira (22/1), agradecendo a dedicação dos servidores. Ressaltando que “eles são as sementes do Ibram”, ela definiu a participação de todos como um ato generoso, “que vai nos levar a produzir coisas muito boas para todos, e, em especial, para a sociedade que nos paga”, ressaltou.

Projeto Estrela – O GDF selecionou 219 projetos estratégicos. Destes,  40 foram considerados prioritários, e entre eles, 15 foram selecionados Projetos Estrelas, com entrega obrigatória em 2016. Entre eles,  está o Ato Licenciador, que é de competência do Ibram.

O superintendente de Licenciamento Ambiental, Antônio Barreto, destacou   essa demanda governamental na  sua apresentação do planejamento da área. Segundo ele o objetivo macro da superintendência para este ano é a difusão do Ato Licenciador para todas as unidades do Ibram, com ações ligadas ao licenciamento. “A partir daí, cada gerência vai identificar suas ações de trabalho que facilitam o ato licenciador”, justificou o superintendente.

Basicamente, no que se refere à Sulam, foram acordados três projetos, com entrega para este ano: a instituição de um Sistema de Informação Ambiental; o Mapeamento dos processos e Redesenho do fluxo; e instituição de Normas e Procedimentos. Neste último projeto está inclusa uma ação que muito interessa ao cidadão e/ou empresa que procura o órgão para requerer a licença ambiental, que é a informação sobre o andamento da fila.

Mas o evento não parou por aí. As superintendências de educação ambiental, gestão de parques e unidades de conservação, fiscalização e administração geral, não só expuseram as linhas em que já veem trabalhando, como destacaram os projetos prioritários para 2016. Nos próximos dias, a Assessoria de Comunicação do Ibram estará publicando matérias sobre o planejamento de cada uma dessas superintendências.

Palestras – O encontro de planejamento foi aberto na noite da última sexta feira  (22/01), pelo Secretario de Meio Ambiente, André Lima. Ele falou sobre a política estratégica do meio ambiente  para o Distrito Federal. Destacou os três eixos que a SEMA definiu para este ano: Serviços ecossistêmicos , mobilização socioambiental e fortalecimento e integração do SISDIMA( Sistema distrital do meio ambiente). A exposição  do secretário foi seguida por extenso debate, que se estendeu  até às 23hs.

Às 08hs da manhã do sábado (23/01), o trabalho foi retomado  com  a UPLAN (Unidade de planejamento), apresentando  a metodologia do planejamento operacional, que está sendo formulada a partir do PPA 2016/2019 (Plano Plurianual Ambiental).  Na sequência, a PHD, subsecretária  de planejamento ambiental e monitoramento da SEMA, Maria Silvia Rossi, proferiu palestra sobre o ZEE (Zoneamento Ecológico Econômico). À tarde, a chefe da Unidade Estratégica de Clima da Sema, Leila Soraya Menezes, palestrou sobre água e clima.

No último dia do encontro, domingo (24/01), além das apresentações dos planejamentos das várias áreas, duas palestras foram proferidas: uma sobre a Conservação da Biodiversidade, pelo subsecretário de Áreas Protegidas da Sema, Rômulo Melo; e outra pelo superintendente de fiscalização, auditoria e controle ambiental do Ibram, Ramiro Hofmeister. Assim que possível, o Íbram vai realizar uma reunião com todos os servidores do órgão para apresentar o Plano Operacional 2016.

Brasília Ambiental - Governo do Distrito Federal

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543