Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/12/17 às 19h45 - Atualizado em 17/12/18 às 11h25

IBRAM confirma eficiência do SEI e é elogiado pelo GDF

Servidores da Gerência de Documentação do IBRAM com o certificado de Honra ao Mérito “Eu Virei a Chave” entregue pela Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (SEPLAG).


Foi em setembro de 2016 que o Instituto Brasília Ambiental (IBRAM) começou a utilizar em alguns setores o Sistema Eletrônico de Informações (SEI). O objetivo era modernizar seus processos internos e externos e trazer mais agilidade e transparência em suas ações. A adesão à nova prática evoluiu e menos de um ano depois, em junho de 2017, praticamente todo o Instituto já o utilizava e resultados interessantes começaram a se evidenciar.  E mais um setor confirma agora esse Sistema como exemplo de celeridade, comodidade e economia para o setor público e para a sociedade se confirma agora.

Desde que iniciou a apreciação de processos pelo SEI, no último dia 8 de dezembro, a Câmara de Instrução e Julgamento dos Autos de Infração do IBRAM (CIJU) informa que mais de 400 autos de infração já estão aptos para serem apreciados. 

“Além de elevar rapidamente a média histórica, a economia de papel que vem se registrando também é relevante, pois um processo físico era autuado, em média, 40 folhas até a fase de decisão e julgamento, e com o SEI, serão impressos apenas cinco ou seis folhas folhas para envio da notificação ao interessado”, comentou Elaine Dias, assessora da Secretaria Geral (SEGER). São resultados que têm chamado a atenção do GDF. Por conta da rápida implantação e utilização do sistema, o IBRAM foi escolhido como projeto piloto para que os demais órgãos do Governo de Brasília sigam seu modelo.

Uma das manifestações de reconhecimentos a todo esse trabalho com o SEI se deu no último dia 9 de dezembro, com a entrega na residência oficial do governador, em Águas Claras, do Certificado de Honra ao Mérito “Eu Virei a Chave”, pela Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (SEPLAG). Para Alex Costa, que foi o coordenador de implantação do Sistema no Instituto e agora é gerente do setor que ficou responsável pelo SEI no IBRAM, a Gerência de Documentação (GEDOC), o serviço público passou a ser mais transparente. “O maior ganho do SEI é ver a otimização dos procedimentos; agora é possível uma maior agilidade e com isso conseguimos fazer um atendimento de melhor qualidade e por conta disso temos recebido muito elogios”, comentou.

Com o SEI, o IBRAM já economizou cerca de 70% no uso do papel, fato que contribui para uma gestão mais sustentável, destaca o superintendente de Administração Geral do IBRAM, Cleycione Carlos. Outro resultado foi a maior celeridade na autuação dos processos, o que tornou possível uma readaptação dos serviços administrativos deixando tudo mais moderno. Tudo isso fez o número de reclamações via Ouvidoria, por exemplo, também diminuísse significativamente em 2017. A perspectiva em todas as áreas, diz ele, é de avanços importantes no fluxo de processos e redução de tempo e custos.

Na sua visão, o IBRAM irá ainda mais além.  “A expectativa é que haja a integração do SEI com o Sistema de Informações Ambientais – SISBRAM, uma ferramenta que vai incorporar as informações, procedimentos, documentos e fluxos de trabalho envolvidos diretamente com as rotinas”, o que trará ainda mais agilidade.

Brasília Ambiental - Governo do Distrito Federal

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543