Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/01/19 às 9h36 - Atualizado em 30/01/19 às 14h07

IBRAM autua homem por maus tratos a cachorro em ritual

Equipe do Instituto Brasília Ambiental-IBRAM autuou na tarde desta quinta-feira (24), suspeito de maus tratos a animais, Douglas de Sousa Paiva Carvalho, 27 anos, aplicando-lhe uma multa de R$ 19.960,00 (20 salários mínimos). O infrator tem o prazo de dez dias para apresentar defesa na sede da autarquia.

 

De acordo com a descrição de infração do IBRAM, Douglas de Sousa praticou intencionalmente “ato de crueldade contra o cachorro, provocando dor e sofrimento desnecessária”. Na ocasião, ele foi encontrado em situação “flagrancial de sacrifício”, utilizando método não aprovado, sem indicação veterinária para realização do ato.

Conforme foi divulgado na imprensa, Douglas foi preso em flagrante na segunda-feira (21), no Núcleo Bandeirante, suspeito de ter sacrificado o cachorro de estimação em um ritual para conseguir emprego. Com ele, a Polícia Militar encontrou o animal e apreendeu uma carta, destinada a entidades, na qual pede para passar em um processo seletivo. “Peço humildemente que eu seja selecionado no processo seletivo para ocupar nova função em meu trabalho e assim aumentar meu salário, pois enfrentamos dificuldade financeira e os gastos mensais têm aumentado”, diz no texto.

O cachorro foi sacrificado com um corte no pescoço. Segundo a PM, o suspeito estava ao lado do animal e com a roupa ensanguentada. Para os policiais, ele disse que o cachorro havia s

ido atropelado. Mas os militares suspeitaram do rastro de sangue que ia da rua até a porta da casa onde ele mora. Lá dentro, encontraram a faca utilizada para matar o animal, além de um altar e uma bacia cheia de sangue no final do terreno.

Encaminhado à 21º Delegacia de Polícia, o homem não confessou o crime, mas ao companheiro que testemunhou, o suspeito confessou ter “sacrificado o cachorro para uma entidade como uma oferenda, pois precisava de dinheiro”.

O IBRAM realizou no início de janeiro uma apreensão de pássaros na cidade de Nova Colina-Sobradinho, foram apreendidas dez pássaros silvestres em gaiolas e 208 pássaros. Em 2017, mais de 200 animais silvestres foram apreendidos em cativeiros clandestinos, em 2018 esse número subiu para 514 animais.

Instituto Brasília Ambiental - Governo de Brasília

IBRAM

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543