Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/11/20 às 18h59 - Atualizado em 24/11/20 às 19h20

Homenagem aos “guerreiros” da prevenção e combate aos incêndios florestais do DF

Muito gratificante. Foi assim que a brigadista florestal, Juliana Sales, que estreou este ano na equipe do Instituto Brasília Ambiental, definiu a experiência de combater o fogo nos parques e Unidades de Conservação do Distrito Federal. Ela e mais 147 brigadistas florestais receberam do Governo do Distrito Federal, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e do Instituto Brasília Ambiental, na manhã desta terça-feira, (24), diplomas de Honra ao Mérito. Por medida de prevenção, devido à pandemia, a solenidade aconteceu em duas etapas. A primeira, às 8h30, no Parque Ecológico Águas Claras, e a segunda, às 10h30, no Jardim Botânico de Brasília (JBB). 

 

Para Juliana, que já tinha experiência como voluntária no combate ao fogo na Chapada dos Veadeiros, a solenidade de hoje encerrou uma atividade pela qual tem muita gratidão. “Agradeço muito ao Brasília Ambiental por esta oportunidade que foi marcante na minha vida. Participei de uma e quipe que me deu muito apoio, e em nenhum momento, pelo fato de eu ser mulher, me deixou de fora de qualquer operação”.

 

E gratidão foi mesmo a palavra de ordem da solenidade. Para o secretário de meio ambiente, José Sarney filho, o momento foi, efetivamente de agradecer o bom desempenho dos brigadistas florestais, fato que muito reforça a importância destes “heróis”.

 

“Todos brigadistas, vocês todas brigadistas merecem o nosso respeito, a nossa homenagem e todo o nosso reconhecimento. É com orgulho que participo desse momento marcante de entrega do diploma de Honra ao Mérito”, disse o secretário Sarney Filho.

 

Para o presidente do Instituto Brasília Ambiental, Cláudio Trinchão, os brigadistas foram 148 guerreiros que se dispuseram a enfrentar, em plena pandemia, um período atípico e diferenciado, os incêndios florestais, e o fizeram com total êxito. “Estamos aqui hoje para agradecer e reconhecer a importância do trabalho dos nossos brigadistas florestais”, destacou o gestor, pedindo uma salva de palmas de todos aos homenageados.

 

Trinchão também chamou a atenção para o trabalho estratégico de planejamento realizado este ano pelo órgão, em conjunto com Secretaria de Meio Ambiente (Sema), que coordena o Programa de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (PPCIF) e a criação da Diretoria de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (DPCIF), do Instituto.

 

“Criamos uma diretoria específica para atender as demandas do setor e, com isso, avançamos muito, pois tivemos uma redução de 50% das queimadas nas UCs. Já estamos trabalhando no planejamento para 2021, porque essa pauta de combate a incêndios florestais é prioridade no Brasília Ambiental”, enfatizou Trinchão.

 

O chefe de brigada florestal da equipe do parque de Águas Claras, Flávio Henrique, ressaltou o sucesso da empreitada. “Este ano nosso trabalho foi muito bem sucedido, fizemos aceiros preventivos que funcionaram muito bem, inclusive, junto c om a população que frequenta o parque e que atua como uma grande guardiã deste espaço ecológico. Como resultado não tivemos nenhum foco de incêndio no parque”, comemorou.

 

Flávio Henrique, que tem experiência no combate ao fogo desde 2000, e faz parte das equipes de brigadistas florestais do Brasília Ambiental desde 2018, também externou gratidão ao órgão ambiental por poder integrar o grupo e atuar em uma atividade que tanto gosta.

 

Pedro Paulo Cardoso, diretor de prevenção e combate aos incêndios florestais (DPCIF) do Instituto, endossou que a diplomação objetivou demonstrar o reconhecimento ao excelente trabalho desenvolvido pelos brigadistas, que, incansavelmente, atuaram nos parques e UCs.

 

O parque ecológico de Águas Claras e o Jardim Botânico foram escolhidos para sediar a cerimônia pelo fato de terem sido duas unidades ecológicas onde ocorreu zero registro de foco de incêndio. “O que mostra a efetividade do trabalho de prevenção e vigilância das brigadas locais”, lembra Pedro Cardoso.

 

Além do secretário de meio ambiente, Sarney Filho, e do presidente do Brasília Ambiental, Cláudio Trinchão, estiveram presentes na solenidade: os administradores de Águas Claras, André Queiroz, do Jardim Botânico,  Antônio de Pádua, o coronel do CBMF, Vicente, o tenente-coronel do CBMF, Vieira, a deputada federal Flávia Arruda, a diretora do JBB, Aline de Pieri  e a superintendente de Unidades de Conservação, Biodiversidade e Água (SUCON) do Instituto, Rejane Pieratti.

Brasília Ambiental - Governo do Distrito Federal

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543