Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/05/16 às 21h16 - Atualizado em 17/12/18 às 11h25

Fiscalização do Ibram apreende equipamento de caça em São Sebastião

Auditores fiscais da Gerência de Fiscalização de Fauna (GEFAU) do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), em conjunto com o 21ª Batalhão da Polícia Militar, encontraram em uma residência, em São Sebastião, na última quinta-feira, 19 de maio, indícios da prática ilegal de caça.

Essa ação fez parte da fiscalização de rotina do setor e tinha por objetivo verificar a residência de um criador registrado de pássaros silvestres. No entanto, os servidores se depararam com uma espingarda calibre 44, de uso restrito e sem registro, além de carne de tatu sem documentação de procedência estocada em um freezer e diversos equipamentos de caça, como redes, perneiras, alçapão e facão.

Após constatar os indícios de ilegalidades, a PMDF foi acionada e o criador recebeu uma multa de R$500 dos auditores fiscais do Ibram e foi conduzido para a 6ª Delegacia do Paranoá juntamente com o armamento e a carne de tatu. De acordo com a autoridade policial, ele vai responder por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e por porte de animal silvestre sem autorização.

Segundo a auditora fiscal Karina Torres, é freqüente nas fiscalizações encontrar pessoas que praticam no mesmo local atividade com e sem autorização ambiental. “Situações como essa são comuns, isso demonstra a importância da fiscalização ambiental, bem como a necessidade de investimento na segurança do nosso trabalho”, afirma.

Brasília Ambiental - Governo do Distrito Federal

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543