Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/09/19 às 10h04 - Atualizado em 27/09/19 às 14h48

DF terá malha de trilhas mapeada

Reunião realizada na sexta-feira (20), para acertar últimos detalhes para o lançamento oficial do projeto. | Foto: Luís Tajes / Setur

Brasília está cada vez mais próxima de ser referência para trilheiros do Brasil e do mundo. No sábado (28), será lançado o projeto Caminhos do Planalto Central, que mapeou 400 quilômetros de trilhas no Distrito Federal.

 

Promovido pela Secretaria de Turismo (Setur), em parceria com o Brasília Ambiental, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e secretarias de Agricultura (Seagri) e de Meio Ambiente (Sema), o evento ocorrerá às 11h, no Centro de Atendimento ao Turista (CAT) da Casa de Chá, na Praça dos Três Poderes. Na ocasião, adeptos das trilhas virão de vários pontos do DF para se encontrar em um dos pontos turísticos mais visitados da capital brasileira.

 

Os últimos detalhes para o lançamento oficial do projeto foram acertados, na sexta-feira (20), durante reunião organizada pela Setur. Cerca de 30 representantes governamentais do DF e de Goiás, ao lado de entidades dos diversos setores do turismo de aventura, falaram sobre a importância desse projeto para o incremento do turismo e a preservação do meio ambiente.

 

Circuitos atrativos

O Caminhos do Planalto Central fará parte do projeto Caminho dos Goyases, que liga a cidade de Goiás (GO) à Chapada dos Veadeiros, ambos componentes da RedeTrilhas, formada por percursos que ligam diferentes biomas do país. A elaboração do Caminhos do Planalto Central contou com a participação de grupos de caminhadas, de ciclistas e de cavalgadas.

 

Dos 400 quilômetros de trilhas, entre 80 e 100 quilômetros já estão sinalizados. Os percursos interligam paisagens, unidades de conservação e diversos atrativos ambientais, culturais e da história da capital brasileira. O projeto é composto por três arcos que vão integrar todas as regiões do Distrito Federal.

 

Rede Brasileira de Trilhas

Criada por meio de uma portaria assinada pelo ICMBio e pelos ministérios do Turismo e Meio Ambiente, a RedeTrilhas é composta por percursos que ligam diferentes biomas de norte a sul do Brasil. Esses trechos, identificados com um símbolo de uma pegada amarela no chão, podem ser percorridos a pé, de bicicleta ou por outros meios de locomoção não motorizados. A pegada do Caminhos do Planalto Central tem a imagem da Torre de TV Digital.

 

A Rede de Trilhas de Longo Curso engloba várias trilhas locais e regionais. São quatro os circuitos criados: Litorâneo, do Oiapoque (AP) ao Chuí (RS); Caminhos Coloniais, do Rio de Janeiro (RJ) até a cidade de Goiás (GO); Caminhos dos Goyases, entre Goiás e a Chapada dos Veadeiros (GO), e Caminhos do Peabiru, ligando o Parque Nacional do Iguaçu (PR) ao litoral paranaense.

 

 

Com informações da Agência Brasília

Brasília Ambiental - Governo de Brasília

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543