Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/10/20 às 14h41 - Atualizado em 7/10/20 às 14h49

Corujas suindaras são resgatadas pela Brigada Florestal da Esecae

O segundo semestre do ano é sempre um período crítico para o Distrito Federal. Temperaturas altas, estiagem e a baixa umidade relativa do ar aumentam a ocorrência de incêndios florestais. Nesta época, o trabalho das brigadas de incêndio fica ainda mais intenso e pode reservar algumas surpresas. Foi o que aconteceu com a Brigada Florestal da Estação Ecológica Águas Emendadas (Esecae), que encontrou duas corujas da espécie suindara (Tyto-furtaca) precisando de ajuda, no início dos trabalhos na estação.

 

Além da árdua tarefa de combater focos de queimadas diariamente, o brigadista Gilberto Castro e sua equipe também assumiram a missão de cuidar e monitorar esses animais. “Encontramos as corujas muito pequenas, elas ainda não sabem voar e percebemos que elas precisavam da nossa ajuda por serem presas muito fáceis naquela situação, foi quando iniciamos o monitoramento”, relata Castro.

 

O brigadista ainda conta que uma das corujas chegou a fugir do ninho e foi resgatada em situação de risco. “Fizemos uma varredura no local e a encontramos caída no capim alto. Felizmente, sem nenhum ferimento aparente. Resgatamos e realocamos no ninho com a irmã”. Dois meses depois do primeiro contato, a equipe segue monitorando os animais que, segundo Castro, estão cada dia “mais fortes, saudáveis e bonitos.”

 

Popularmente conhecida como coruja-das-torres, a espécie que está sendo monitorada na Esecae tem grande relevância para a cadeia alimentar. “Os predadores de topo de cadeia, como é o caso, são fundamentais para manter o equilíbrio. A sua perda representa uma mudança significativa no funcionamento do ecossistema”, explica o biólogo e analista de Atividades do Meio Ambiente do Instituto Brasília Ambiental, Rodrigo Santos.

 

As suindaras podem ser encontradas em áreas urbanas abertas, torres, igrejas, casas velhas, fazendas, pastagens e bosques. Nesses ambientes são encontrados facilmente os ratos e camundongos, principais componentes da dieta dessas corujas. Além deles, elas podem incluir outros pequenos vertebrados e invertebrados em sua alimentação.

 

Esecae

 

Localizada na região de Planaltina, a Estação Ecológica de Águas Emendadas é uma das mais importantes reservas naturais do Distrito Federal. Sua área de Cerrado, praticamente intacta, abriga fauna ameaçada de extinção, como a anta, a suçuarana, o tamanduá, o lobo-guará, entre outros. Por ser uma Unidade de Conservação de Proteção Integral, as visitas são restritas e ocorrem somente de forma guiada.

Brasília Ambiental - Governo do Distrito Federal

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543