Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/07/19 às 14h12 - Atualizado em 29/07/19 às 8h19

Brasília Ambiental capacita servidores em pilotagem de drones

Com o objetivo de aprimorar e treinar gestores públicos em ferramentas de Sistemas de Informação Geográfica (SIG) para produção de material cartográfico, servidores do Brasília Ambiental estão participando de curso de Legislação, Pilotagem e Aerolevantamento – RPA Classe três, ministrado pelas instrutoras Tatiane Correia e Amanda Porto, também servidoras do Instituto.

 

Os servidores estão bastante motivados em participar do curso. Um dos exemplos é o auditor de atividades urbanas do Brasília Ambiental, Pedro Braga Netto, que elogia o projeto como forma de viabilizar o trabalho em campo dos técnicos. “O curso foi muito dinâmico e possibilitou um bom aprendizado, outro ponto que queria destacar é a boa qualidade do material didático“, disse ao término da qualificação.

 

Com duas etapas, o curso vai qualificar 18 servidores de áreas como licenciamento, fiscalização e de unidades de conservação da autarquia, que foram divididos em três turmas de seis pessoas cada.  Os benefícios para as áreas dos servidores vão desde a possibilidade de filmagem para identificação da fauna; o mapeamento do terreno à possibilidade de realizar flagrantes e buscas em locais de difícil acesso.

 

A parte teórica da capacitação dos servidores foi realizada na Escola de Governo do Distrito Federal (EGOV), de 3 a 5 de julho, com noções e legislação específica e modelagem. Já a parte prática de pilotagem será até o final do mês de julho, com a duração total de 16 horas, divididos em quatro dias no Parque Burle Marx. Após concluir o curso, os servidores estarão aptos a pilotar e copilotar o RPA de classe 3 – drones com peso de decolagem acima de 250 gramas e com até 25 quilos.

 

“Por ser um equipamento com funcionalidade GPS e câmera inclusa os locais, com declividade elevada ou de acesso restrito por obstáculos, poderão ser vistoriados sem colocar em risco o servidor. Evitará com isso deslocamentos contínuos, economizando tempo e recursos em vistorias técnicas. Entende-se, também, que a utilização do equipamento visa à integração da equipe como forma de inclusão de pessoas com deficiência”, explicou a instrutora do curso Tatiane Correia.

Brasília Ambiental - Governo do Distrito Federal

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543