Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/09/12 às 11h45 - Atualizado em 17/12/18 às 11h24

Balanço dos Incêndios Florestais 2012

O Distrito Federal registrou, no período de seca deste ano, redução de 72% da área devastada por incêndios em relação a 2011.

O levantamento foi apresentado nesta quinta-feira (27) pelo governador Agnelo Queiroz, juntamente com o comandante do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF), coronel Gilberto Lopes, e com o presidente do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), Nilton Reis.

Houve expressiva redução da área destruída, de 24.558 mil hectares (ha) para somente 6,8 mil ha até 25 de setembro deste ano, o equivalente a quase 7 mil campos de futebol. A queda significativa é resultado dos investimentos realizados pelo GDF na compra de equipamentos e na capacitação de profissionais, além da elaboração do cronograma de ações de prevenção e combate a incêndios, iniciado em 16 de abril e previsto para ser concluído em 16 de novembro.

Até 30 de setembro, estará em prática a etapa de combate avançado, em que 350 militares ficam de prontidão nas regiões de maior risco de incêndio, munidos de novos equipamentos. A última fase, definida de combate reduzido, será de 1º de outubro a 16 de novembro.

“Este é um esforço coletivo. Nada disso seria possível sem investimentos no Corpo de Bombeiros, feitos pela sociedade, por meio do Governo do Distrito Federal”, destacou o governador Agnelo Queiroz.

00004101

Focos – Os investimentos e a capacitação dos profissionais garantiram atendimento ágil e eficiente às ocorrências de queimadas, que, este ano, foram maiores que em 2011. Em agosto do ano passado, houve registro de 1.088 focos de incêndio. No mesmo mês deste ano, 1.554. Segundo o comandante do CBMDF, coronel Gilberto Lopes, “o diferencial para se chegar a esses resultados foram os treinamentos, a parte preventiva e os investimentos. Principalmente nos aviões, que realizam o trabalho de 120 bombeiros”.

Biodiversidade a salvo – A Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, por meio do Instituto Brasília Ambiental, realizou diversas ações de estratégicas de prevenção visando garantir a redução dos índices gerados pelos incêndios. Dentre as principais realizações estão a compra de materiais, confecções de aceiros, capacitação de servidores e a contratação de uma brigada específica para os órgãos ambientais.

Para o período o enfrentamento inicial das ocorrências, o Ibram adquiriu 154 bombas costais e ferramentas diversas, além de equipamentos de proteção individual. Foram realizados cursos de capacitação em primeiro combate a incêndios florestais e utilização de GPS, de servidores que trabalham nos parques e unidades de conservação.

Foi constituída, a exemplo do que já acontecia no governo federal, a primeira brigada de incêndios florestais específicas dos órgãos ambientais do GDF. Contratados por meio de seleção pública, 28 profissionais com experiência e treinados pelo Prev-Fogo do Ibama, receberam equipamentos e atuaram nos parques sob gestão do Ibram, também auxiliando o Corpo de Bombeiros em outras ocorrências.

00004102

Ainda como medida preventiva, o Ibram confeccionou aceiros no perímetro de todas as áreas de preservação. Para execução do plano de confecção destes importantes instrumentos foram parceiros a Secretaria de Agricultura e a Coordenadoria das Cidades.

Outra importante frente relacionada aos incêndios é a Educação Ambiental. Por meio da Secretaria de Publicidade Institucional, a pasta ambiental lançou a campanha anual de prevenção aos incêndios. Esta campanha visou sensibilizar a população sobre o grande problema relacionado à queima de lixo, crime ambiental, e uma das principais responsáveis pelos incêndios florestais no DF.

O presidente do Ibram, Nilton Reis, destacou que a parceria com o Corpo de Bombeiros foi fundamental para a preservação da biodiversidade do cerrado local. Entre os números mais expressivos estão a redução da área destruída no Jardim Botânico, que foi de 3.150 ha no ano passado contra apenas 5 ha neste ano. “O mais importante para isso foi que o governo se preparou, com a contratação da brigada de incêndio, firmou parceria com o CBMDF e com a sociedade, e investiu em educação ambiental”, declarou Nilton Reis.

Brasília Ambiental - Governo do Distrito Federal

SEPN 511 - Bloco C - Edifício Bittar - CEP: 70.750-543